x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

21 h 14

Domingo, 28 Maio 2017

GUIA DE ENTREVISTAS

ENTREVISTA


Dr. José Álvaro Pereira Gomes conta sobre o evento da APOS, aberto ao público, no Sesc Ipiranga - São Paulo

Como a Síndrome do Olho Seco é causada? Ela pode ser congênita?

O Olho seco é uma doença crônica caracterizada pela diminuição da produção de lágrima ou deficiência em alguns de seus componentes. Pode estar relacionada à exposição em determinadas condições ambientais, como por exemplo, poluição, ar condicionado e computador, uso de alguns tipos de medicamentos, idade avançada, menopausa nas mulheres, uso incorreto de lentes de contato, queimaduras químicas e algumas doenças do sistema

Como podemos detectar a doença em nós mesmos?

Prestando atenção aos sintomas. Porém, o diagnóstico correto é dado pelo oftalmologista avaliando os sintomas apresentados e histórico clinico do paciente.

O Encontro Educacional sobre a Síndrome do Olho Seco é voltado para o público. Há uma preocupação de pessoas conviverem com a doença sem saber e sem se tratar?

Sim, nosso objetivo é alcançar o maior número de pessoas possível, tendo em vista que os sintomas são facilmente confundidos com outros problemas e a falta de tratamento pode agravar o caso. A detecção precoce e o tratamento adequado podem impedir esta evolução permitindo ao portador uma boa qualidade de vida.

Como é o tratamento da Síndrome do Olho Seco? Existe cura?

Não existe cura para a doença, o tratamento é apenas sintomático, e nos casos mais graves, existem alternativas que vêm sendo introduzidas recentemente.

O que pode acontecer, caso uma pessoa que sofra com o olho seco, não se tratar?

Quando não diagnosticada e tratada corretamente pode evoluir para lesões da superfície ocular e em alguns casos, até a perda da visão.

Como será a organização do evento? Haverá palestras, testes...? O que haverá para passar informações educacionais ao público?

A palestra é ministrada por um médico oftalmologista da APOS, que informará aos presentes os sintomas, formas de tratamento e alertando sobre a continuidade e acompanhamento por um profissional visando sempre a melhora da qualidade de vida de seus portadores. O teste para verificar a quantidade de lágrima produzida só será realizado caso o médico detecte algum caso grave e assim o orientará a procurar seu especialista de confiança para prosseguir com o tratamento.

Esse é o primeiro evento que a APOS promove, gratuito e aberto ao público?

Não, a APOS está sempre presente em locais de fácil acesso, hospitais, clubes, shoppings, etc, desde sua abertura em 2004. Os eventos quando confirmados ficam disponíveis no site da APÓS: www.apos.org.br

O que haverá de informações importantes para o público?

Principal objetivo é informar a população sobre as diversas causas e tratamentos da Síndrome do Olho Seco, doença que afeta aproximadamente 10% da população adulta em todo o mundo, educando e orientando a população para que ela procure auxílio especializado. Além disso, realizaremos no local, testes para detecção precoce de olho seco e haverá espaço para perguntas e dúvidas para as pessoas que ficarem logo após a palestra.

A APOS pretende incentivar outras áreas oftalmológicas para abrir eventos gratuitos para leigos?

Sempre que possível trabalhamos em parcerias com outras Associações voltadas para a área de saúde ocular, todas as áreas são importantes e a prevenção ainda é a melhor opção, alcançada através da informação e educação.

O que a APOS ainda pretende oferecer esse ano para os portadores de olho seco?

Além de mais palestras educacionais, temos o Disk Olho Seco para tirar duvidas e orientações, novo site com troca de depoimentos e em Setembro comemoramos o Dia Nacional de Conscientização sobre a Síndrome do Olho Seco. Teremos atividades, palestras e testes durante todo o dia.
Trabalhamos também junto aos médicos, em congressos de oftalmologia para que nos auxiliem com este trabalho de educação em busca da conscientização de toda a população e estaremos sempre à disposição de todos para qualquer dúvida e orientação necessária.
Compartilharemos de descobertas recentes e artigos sobre a doença para que seus portadores não se sintam sozinhos e saibam que há muitas pessoas envolvidas em busca do alivio e novos medicamentos para o problema.

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011