x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

08 h 35

Domingo, 20 08 2017

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


10/01/2007

Glaucoma: uma das principais causas de cegueira em Portugal


Felizmente, a perda de visão provocada pelo glaucoma é evitável, se detectada a tempo.

O glaucoma é uma doença do nervo óptico em que este é afectado pelo aumento de pressão intra-ocular, diminuição da irrigação e outros factores acessórios. Estas alterações provocam uma típica perca do campo visual assim como alterações macroscópicas do nervo óptico (escavação) que ajudam a definir esta doença. A alteração mais sugestiva de glaucoma são as perturbações no campo visual já que pode existir glaucoma com Pressão intra-ocular “ normal ” (abaixo de 21 mmHg) ou escavação do nervo óptico grande sem glaucoma.

Existem 2 tipos de glaucoma: Glaucoma crónico de ângulo aberto: é sem duvida o mais comum (90%) e resulta da perca de eficiência da zona de escoamento do humor aquoso. Este transtorno vai originar um aumento da pressão intra-ocular com consequente lesão do nervo óptico. A lesão evolui lentamente e é indolor. Glaucoma agudo do ângulo fechado: bloqueamento súbito da zona de escoamento com aumento importante da pressão intra-ocular ( > 45 mHgm ) e provocando ; visão turva, dores de cabeça, dor ocular interna, auréolas com cores, náuseas e vómitos, olho vermelho, etc. Constitui uma emergência em oftalmologia o tratamento dum ataque de glaucoma agudo.

O habitual glaucoma crónico, o mais frequente, pode passar despercebido pelo doente. Infelizmente não dá dor, diminuição da acuidade visual inicialmente e quando o doente se apercebe que algo não está bem, então é porque a doença já está muito avançada. Por estas razões torna-se imperativo um diagnóstico precoce afim de evitar uma perca de visão que é perfeitamente evitável. Assim, torna-se mandatório, a partir dos 40 anos, medir a pressão intra-ocular, avaliar o nervo óptico. No tratamento do glaucoma é sempre necessário não esquecer que as lesões já existentes não podem ser revertidas.

O tratamento existente actualmente é muito eficaz e destina-se a prevenir ou deter a evolução de lesões glaucomatosas. O tratamento é crónico, isto é, para toda a vida, só o oftalmologista pode interromper ou mudar a terapêutica (nunca fazer por iniciativa própria).O fundamento do tratamento do glaucoma consiste em baixar a pressão intra-ocular. A maioria dos doentes consegue baixar a pressão intra-ocular apenas usando colírios. Se esta situação falhar é possível fazer laserterapia - trabeculoplastia, no glaucoma de ângulo aberto, ou iridotomia, no glaucoma de ângulo fechado.

Archives of Ophthalmology - Portaloptico.com

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011