x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

07 h 27

Quinta-feira, 25 Maio 2017

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


23/08/2007

Fundação da associação panamericana de oftalmologia combate cegueira infantil na América Latina

Uma criança  tratada evita 70 anos de cegueira, 15 crianças  mil anos 

  

A Fundação da Associação Panamericana de Oftalmologia investe na erradicação da cegueira infantil, nos países em desenvolvimento.  Nesses países, a proporção de cegueira por causas evitáveis ( que podem ser prevenidas ou tratadas para preservar a visão) é maior que nos países desenvolvidos. Estima-se que no mundo haja 1,4 milhão de crianças cegas. Anualmente, cerca de 500 mil crianças ficam cegas no mundo, mais da metade devido a causas evitáveis, como a Retinopatia da Prematuridade.

 Segundo o dr. Rubens Belfort Jr, presidente da Fundação da Associação Panamericana de Oftalmologia e do Instituto da Visão,  “considerando-se a média atual de expectativa de vida da população, uma criança tratada evita 70 anos de cegueira”. “Imagine que tratar de 15 crianças evita mais de mil anos de cegueira”, conclui.

 Retinopatia da Prematuridade

Problema oftalmológico que acomete os bebês prematuros, que nascem com peso inferior a 1.500 gramas ou antes de 32 semanas de gestação. Nessas crianças os vasos sangüíneos da retina, que é parte do sistema nervoso central, são muito imaturos e começam a se desenvolver de maneira anormal causando hemorragias e descolamento da retina, que levam à cegueira. O primeiro exame deve ser feito até quatro semanas após o nascimento e o tratamento dos casos graves iniciado no máximo 72 horas após o diagnóstico.

 A incidência dessa doença aumentou devido aos avanços da  medicina Neonatal, que permite a sobrevida de bebês cada vez menores. Atinge meninos e meninas de maneira igual, um terço dos bebês com peso inferior a 1500 gramas e mais de 80% dos bebês com peso inferior a 1.000 gramas. Só no Estado de São Paulo, a doença atinge 30% dos prematuros, com cerca de mil novos casos por mês.

 Dos bebês que têm retinopatia, 5% acabam ficando cegos. Com diagnóstico e tratamento precoces, somente 0,5% dos bebês sofrem as seqüelas da doença. A partir do segundo mês, a chance de deslocamento total da retina sobe para 15%. Em mais de 80% dos casos, a doença regride de forma espontânea.

 

Para falar sobre Retinopatia da Prematuridade, sugerimos entrevista com o dr. Rubens Belfort Jr., presidente da Fundação da Associação Panamericana de Oftalmologia e do Instituto da Visão, dra. Nilva Bueno - professora e chefe do Setor de Retina do Depto. de Oftalmologia-UNIFESP e/ou dra. Célia Nakanami – chefe dos Setores de Oftalmopediatria e de Reabilitação Visual e Visão Subnormal.

 


Elenice Cruz

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011