x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

23 h 28

Sábado, 21 Outubro 2017

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


27/02/2005

Aumentam casos de olho seco nesta época

Durante o verão, aumenta o número de pessoas que sofrem de olho seco, resultado de altas temperaturas, baixa umidade do ar, maior exposição ao ar-condicionado de escritórios e carros, poluição e fumaça de cigarro. Para muitos pacientes, o quadro se agrava ao final da tarde, quando os olhos começam a arder, coçar e apresentar maior sensibilidade à luz. 

 Mais comum do que se pode imaginar, a síndrome do olho seco atinge cerca de 3,2 milhões de americanas acima dos 50 anos. No Brasil, não há estatísticas oficiais, mas estima-se que cerca de 10% das mulheres nessa faixa etária sofram do mesmo mal, que provoca vermelhidão, dor e sensação de haver areia nos olhos. Mas apenas 1% busca tratamento. 

 De acordo com a oftalmologista Maria Cristina Nishiwaki Dantas, da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, um dos tratamentos adequados é baseado na suplementação com cápsulas de Ômega3.

Essa síndrome costuma afetar a qualidade e a quantidade de lágrimas que normalmente lubrificam o olho, permitindo seu funcionamento normal. Quando não tratada, a doença é capaz de alterar a qualidade de vida do paciente, apresentando sintomas de ressecamento e flutuação da visão. Casos graves podem evoluir para ulceração da córnea ou, até mesmo, perda de visão”, diz a especialista. 

 Os ácidos graxos, como o Ômega3, são considerados essenciais por não serem metabolizados pelas células animais. Nos Estados Unidos, sabe-se que cerca de 90% da população apresenta deficiência do Ômega3. No Brasil, estima-se que a situação seja semelhante, sendo que as mulheres são mais afetadas pela disfunção do que os homens. 

 Normalmente, os pacientes também se beneficiam com o uso de lágrimas artificiais ou plugs lacrimais (pequenas estruturas de silicone que diminuem a drenagem normal da lágrima produzida, aumentando o tempo de contato com a superfície). 

 Pesquisa realizada com mais de 32 mil americanos, desenvolvida por pesquisadores da Harvard Medical School, demonstrou a eficiência da suplementação alimentar com Ômega3 para diminuir a incidência da síndrome do olho seco. 

 Há cinco meses a distribuidora Vistatek, de São Paulo, vem divulgando o produto FlaxOmega (Flaxseed Oil – cápsulas à base de óleo de linhaça, fonte de Ômega 3) entre as clínicas de oftalmologia. Os benefícios dos suplementos de Ômega 3, indicados para o tratamento de olho seco, já estão sendo constatados por milhares de pessoas.

Não há limites de idade para sua ingestão e podem ser receitadas pelos oftalmologistas com segurança. O Ômega3 tem apresentado grandes resultados nos casos de olho seco, bastante comuns, também, em usuários de lente de contato ou pessoas que se submeteram à cirurgia a laser para correção de miopia”, diz a médica. Fabricadas nos EUA, as cápsulas de Ômega 3 podem ser adquiridas através do programa Saúde dos Olhos 0800.773.5678.  Fontes: Dra. Maria Cristina Nishiwaki Dantas, médica oftalmologista da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo


Ex-Libris Comunicação Integrada

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011