x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

11 h 34

Domingo, 30 Abril 2017

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


12/03/2010

Evite a Síndrome do Olho Seco piscando muito

Quem adora ficar pendurado no computador ou hipnotizado diante do videogame se arrisca a sofrer de secura visual. Olhos irritados, vermelhos, coçando ou ardendo, além de visão turva, sensibilidade ao vento e à luz e (ironicamente) lacrimejamento, são sintomas que podem apontar para a Síndrome do Olho Seco, problema que atinge de 28 milhões de pessoas no país. A síndrome pode ter outras causas, mas qualquer situação que afete pelo menos uma das três camadas de lágrima (oleosa, aquosa e mucosa) pode originar os mesmos sintomas. - Qualquer atividade que exija muita atenção visual pode causar, precipitar ou agravar a sensação de olho seco, mesmo que temporariamente - explica o oftalmologista Bruno Machado Fontes, um dos diretores do Centro de Microcirurgia e Diagnóstico (oftalmologiacmd.com.br). - O motivo é que as pessoas piscam menos. O normal é piscar de 12 a 15 vezes por minuto. Mas, quando estamos em frente ao computador, pisca-se de três a cinco vezes menos. Quem sofre dessa síndrome tem menor lubrificação na região ocular, que pode ser causada ou por produção fraca de lágrima ou por uma evaporação excessiva dela. Mulheres após a menopausa, pessoas portadoras de glaucoma, artrites, doenças autoimunes, alergias e diabetes também podem ser afetadas pela síndrome. - Além disso, fumantes e pessoas que fazem reposição hormonal e uso de determinados medicamentos e complexos alimentares também estão mais propícios a essa instabilidade no filme lacrimal - esclarece Fontes. A dica para quem está com sintomas de olho seco é procurar um oftalmologista que analise o quadro e indique um tratamento. Exames simples, que podem ser feitos no consultório médico, identificam o que está causando os sintomas. O desconforto é mínimo. Um dos testes determina a quantidade de lágrima que é produzida pelo paciente. Isso é feito com o médico colocando uma tirinha de papel especial na pálpebra para checar o quanto ela fica molhada durante um certo período de tempo. Outro teste consiste na aplicação de um corante que mostra onde e quando as lágrimas se separam na córnea. O tratamento pode incluir a utilização de lágrimas artificiais. Curioso, não? Pois saiba que a venda estimada dessas lágrimas prescritas pelos médicos já ultrapassa US$ 540 milhões no mundo inteiro. Outra opção pode ser o uso de tampões, como se fossem "plugues", impedindo ou dificultando o escoamento da lágrima olho afora. Inventa-se de tudo... - Beber muita água e adotar uma alimentação saudável são as dicas mais certeiras para prevenir o mal - ensina Fontes. - A dieta, no caso, deve incluir alimentos ricos em Ômega 3 e ácido graxo essencial, que presentes em peixes, especialmente nos de água fria, como salmão, sardinha e atum, e também em nozes, linhaça e verduras. E para quem não pode abrir mão do computador ou do videogame, o importante é lembrar de piscar e de descansar os olhos por cerca de dez ou 15 minutos a cada hora. Usar colírios lubrificantes durante o trabalho também é uma boa ideia. Dentre as situações que também podem ocasionar a síndrome destaca-se o envelhecimento - disso só há um jeito de escapar, e nenhum de nós deseja essa alternativa. Fora isso, cerca de metade das pessoas que usam lentes de contato reclama de olho seco. Alguns especialistas acreditam que, se a lente é gelatinosa (daquelas que flutuam sobre o olho na camada de lágrima que recobre a córnea), então a lágrima é em parte absorvida, secando o olho.
Prestige

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011