x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

03 h 06

Quarta-feira, 24 Maio 2017

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


15/03/2010

Lente pode atrasar piora da miopia, mostra estudo

O uso de lentes bifocais pode reduzir a progressão da miopia em crianças, revela um estudo publicado na última edição do "Archives of Ophthalmology". Na comparação com lentes monofocais, as bifocais ajudaram a diminuir a progressão do problema em até 55%. Tratam-se dos primeiros resultados significativos a respeito de uma investigação feita há anos sobre o efeito de lentes positivas --bifocais ou multifocais-- para reduzir a progressão do distúrbio, de acordo com a presidente da Sociedade Brasileira de Oftalmologia Pediátrica, Célia Nakanami. "De tudo que já li a respeito, esse é o estudo em que as bifocais tiveram maior efeito na redução", diz. Pessoas com miopia têm dificuldades de enxergar de longe, mas não precisam se esforçar para ver de perto. A pesquisa mostrou que, com as lentes bifocais (que têm a parte superior para visão à distância e a parte inferior para a visão de perto), a pessoa míope precisaria fazer um esforço para ver de perto -e esse esforço ajudaria a diminuir a progressão da miopia. Durante dois anos, os pesquisadores estudaram o efeito das lentes em 135 crianças chinesas com média de dez anos de idade e altas taxas de progressão (maior que 0,5 grau por ano). Elas foram divididas em grupos que usaram lentes monofocais, bifocais e bifocais com prisma --geralmente usadas para corrigir estrabismo. No começo do estudo, a miopia das crianças era, em média, de três graus. Durante o estudo, aquelas que continuaram a usar lentes monofocais tiveram uma progressão de 1,55 grau por ano. As crianças que usaram bifocais e bifocais de prisma, no entanto, tiveram taxas de progressão de 0,96 e 0,7, respectivamente.
Fonte: Folha Online

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011