x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

10 h 38

Terça-feira, 27 Junho 2017

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


06/09/2010

A visão depois dos quarenta anos

Os principais avanços para o tratamento da presbiopia, a popular "vista cansada"

O oftalmologista Alberto Gallo Neto, do Instituto Penido Burnier ( centro oftalmológico de projeção internacional), de Campinas, faz uma análise da visão das pessoas após os 40 anos, e comenta as principais técnicas disponíveis para o tratamento da presbiopia, conhecida popularmente como "vista cansada". Gallo Neto discorre no seu texto sobre essas técnicas e as suas indicações para cada caso.

Você é aquela pessoa que sempre enxergou bem, tem quarenta e poucos anos, e aos poucos ou de repente sua visão para perto piorou e você começou a esticar os braços? Ou já usava óculos e percebeu que na leitura ou no computador sua visão embaçou? Pois isso é absolutamente natural.

Nosso olho funciona como uma máquina fotográfica. Quando apertamos o botão das máquinas modernas, automaticamente, vemos no visor o ajuste perfeito da imagem. É o ajuste do foco. Nossos olhos possuem lentes naturais e músculos capazes de promover o foco da imagem em frações de segundo. Este processo é chamado acomodação. Ao redor dos 40 anos começamos a perder gradual e naturalmente nosso potencial de acomodação, portanto a visão para perto começa a piorar. Mas porque a visão para longe se mantém estável? Porque, para a visão de longe, a musculatura do olho e o cristalino (nossa lente natural) estão na posição de repouso. Ao focar os objetos próximos a musculatura interna do olho se contrai, o cristalino muda de forma e focamos corretamente. Ao perdermos esta capacidade, popularmente, ficaremos com a vista cansada, na oftalmologia conhecida como presbiopia.

E o que fazer para compensar a presbiopia? Em primeiro lugar, usar óculos. Se a sua visão é boa para longe, usar somente os óculos para leitura, computador e trabalhos manuais é a opção mais simples. Outra opção mais sofisticada são os óculos multifocais, adequados também para aquela pessoa que já usava óculos antes dos 40 anos. Estes óculos ajustam a visão para todas as distâncias. Mas as pessoas tendem a resistir quando o oftalmologista prescreve os multifocais, dizendo que não vão se acostumar, que já escutaram de outras pessoas relatos desagradáveis ou que são lentes "feias". Puro preconceito. As lentes multifocais são transparentes, esteticamente normais, ao contrário das bifocais, que mostram a divisão na lente. A tecnologia envolvida nestas lentes multifocais, proporciona uma qualidade visual excelente e uma adaptação bem tranqüila. Claro que é necessário algum tempo e motivação para se acostumar com estes novos óculos, como tudo na vida. A movimentação da cabeça e dos olhos devem se adequar a arquitetura da lente. Fazendo uma analogia, lembre-se que ninguém nasceu sabendo dirigir ou andar de bicicleta.
Sociedade Paraibana de Oftalmologia

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011