x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

08 h 34

Domingo, 20 08 2017

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


27/09/2010

Você já foi ao seu oftalmologista nesse ano?

Se a resposta é não, fique sabendo: existem pelo menos 16,6 milhões de pessoas com alguma limitação visual, são cegos ou possuem baixa visão, sendo que 60% dos casos de cegueira poderiam ser evitados e 20% revertidos

Você é daquelas pessoas que só lembram de ir ao oftalmologista quando está com alguma dificuldade para enxergar? Se a resposta é sim, deveria mudar de comportamento, pois segundo dados do IBGE, no Brasil, existem pelo menos 24,6 milhões de pessoas com alguma deficiência, sendo que 16,6 milhões (quase 70%) têm limitações visuais, são cegos ou possuem baixa visão.
Para o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) 60% dos casos de cegueira poderiam ser evitados e 20% revertidos se houvesse diagnóstico preventivo e um tratamento apropriado. “O cuidado com os olhos deve começar cedo. Assim que o bebê nasce já deve ser encaminhado para o primeiro exame ocular e continuar as consultas regularmente”, aponta oftalmologista e diretor da Clínica Canto, Marco Canto.
Engana-se quem pensa que por não ter dificuldade de enxergar, não precisa consultar-se regularmente. O médico recomenda que todas as pessoas deveriam fazer, pelo menos, uma consulta por ano ao oftalmologista. É no exame clínico, que dura em média 30 minutos, que se avalia detalhadamente a saúde dos olhos. Já na pré-consulta são medidas a pressão ocular (com um tonômetro de sopro), a curvatura dos olhos e é feita a medição automatizada do grau ocular do paciente. Em seguida, o oftalmologista examina a gravidade visual, a refração, a medida da pressão ocular, o fundo de olho e faz o exame biomicroscópico da córnea e do cristalino.
Cada um desses exames tem a sua função e garante ao paciente a certeza de que seus olhos estão saudáveis. “O exame de refração serve para detectar e registrar a boa visão do paciente, a biomicroscopia é realizada para verificar a córnea e o cristalino e prevenir a catarata ou degenerações. A fundoscopia avalia a retina, mácula e pupila e também examina as alterações em diabéticos, hipertensos e possíveis sinais de descolamento de retina ou mesmo glaucoma”, enumera. O médico ressalta que o glaucoma, que pode levar à cegueira, é diagnosticado pela medição da pressão ocular.
O médico explica que quando há algum problema ocular as consultas devem ser feitas com maior regularidade. “Os pacientes com glaucoma devem ir, em média, três a quatro vezes ao ano ou sempre que sentirem alguma alteração na visão”, ressalta. Os pacientes com miopia, que possuem mais risco de descolamento de retina, devem fazer anualmente um mapeamento com dilatação dos olhos. “Pode ser um pouco incômodo, mas é uma prevenção muito importante”, destaca o oftalmologista. Já diabéticos e hipertensos, mesmo que não tenham problema de visão, devem se consultar com oftalmologista duas vezes ao ano.

Serviço: A Clínica Canto fica localizada na Avenida Sete de Setembro, 6695 e na Rua Voluntários da Pátria, 400 – cj. 201. O horário de atendimento é das 8h às 19h, de segunda a sexta-feira. Mais informações pelo (41) 3022-8836 e 3222-8836.

JorNow

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011