x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

22 h 55

Segunda-feira, 23 Outubro 2017

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


13/12/2010

Dia Nacional do Cego: Cuidar da saúde visual pode evitar a cegueira e recuperar a visão

Nesta segunda-feira (13) é o Dia Nacional do Cego. A data foi estabelecida há quase 50 anos, em 1961, pelo então presidente da República Jânio Quadros com o propósito de incentivar a solidariedade. Sentido básico, pelo qual são captadas a maioria das informações humanas processadas pelo cérebro, a visão precisa de atenção permanente para ser preservada em seu melhor nível. Exames periódicos ao oftalmologista são parte das orientações que podem prevenir o avanço de quadros iniciais impedindo-os de chegar a perda parcial ou total da visão. 

Cenário -
 De acordo com o IBGE (censo 2000), mais de 60% dos portadores de necessidades especiais no Brasil tem alguma deficiência visual - cegos ou com graves limi tações -, o que resulta em 16,6 milhões de pessoas nessas condições. Na estimativa do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), neste ano de 2010, o número de cegos por glaucoma no Brasil pode chegar a um milhão e a maioria nem sabe que é portadora da doença. 

De acordo com o CBO, 60% dos casos de cegueira poderiam ser evitados e 20% revertidos, uma vez que a perda de visão é causada especialmente pela catarata - cegueira reversível -, pelo glaucoma - cegueira irreversível - e pela retinopatia diabética - cegueira prevenível.

Hospitais e clínicas oftalmológicas já percebem o aumento de movimento para check-ups, com a proximidade do final do ano, mas constatam que o costume da maioria das pessoas ainda é procurar o oftalmologista ape nas diante de um desconforto visual e, "quando o problema se manifesta, já pode ser tarde", alerta o oftalmologista, Juscelino de Oliveira, especialista em glaucoma do Hospital Oftalmológico de Brasília (HOB). 

Glaucoma 
- O glaucoma, causado por um dano no nervo óptico, é a principal causa de cegueira irreversível e sua ocorrência aumenta com a idade, uma vez que também é associada a outros fatores de risco. Segundo dados do CBO, a hereditariedade confere aos parentes de primeiro grau de pacientes com glaucoma, dez vezes mais chances de desenvolver a neuropatia. 

"Pessoas com idade acima de 40 anos, portadoras de diabetes, míopes, usuários de esteróides corticóides, hipertensos, que já sofreram algum trauma ocular estão dentro do grupo de risco. Pessoas que apresentam pressão intra-ocular inadequada e também aquelas pertencentes à raça negra mostram-se mais propensas à doença", diz Juscelino Oliveira. 
 
Esperar pelos sintomas da lesão visual não é o procedimento ideal. A perda de visão causada pelo glaucoma é irreversível, mas pode ser prevenida ou atrasada com o tratamento, orienta o médico. "A detecção precoce da enfermidade é essencial para evitar a perda total da visão. O tratamento é feito à base de colírios hipotensores, usados para diminuir a pressão intraocular. Para retardar os efeitos da doença também é utilizado o tratamento a laser", esclarece.

Segundo Oliveira o glaucoma pode ser provocado pelo aumento da pressão intraocular. "Mas esse não é o único fator de risco. Muitos pacientes com pressão intraocular em níveis regulares também apresentam glaucoma", explica.

Catarata - A catarata responde por 48% dos casos de perda de visão no mundo. Mas trata-se de uma cegueira reversível. Caracteriza-se pela opacificação do cristalino, lente natural do olho que focaliza a luz conduzida até a retina para formar as imagens. 

Com o passar dos anos, próximo dos 60, a luz já não chega tão clara e a visão fica borrada em consequência da opacificação do cristalino que se torna amarelado. Este é o fenômeno da catarata e faz com que os raios de luz se espalhem e al terem as zonas de foco. De acordo com o diretor do departamento de catarata do HOB e presidente da Sociedade Brasileira de Catarata e Lentes Intraoculares, oftalmologista Leonardo Akaishi, o único tratamento existente é a cirurgia de remoção do cristalino e sua substituição por uma lente artificial. "Quando não tratada, a catarata pode levar à cegueira", alerta. "Após a cirurgia, a visão é restabelecida".

"A catarata é o envelhecimento do organismo - a não ser que se manifeste antes do esperado como consequência de exposição exagerada aos raios ultravioleta, de diabetes e variações de glicemia, de doenças como viroses infantis, choques elétricos, alto índice de colesterol, longo período de utilização de corticóides, consumo de cigarros e bebida alcoólica em demasia", alerta Akaishi. Todos os anos surgem mais de 550 mil novos casos de catarata no Brasil.< /font>

Retinopatia diabética
 - Consequência do estreitamento ou bloqueio dos vasos sanguíneos da retina, no fundo do olho, além de enfraquecimento da sua parede a retinopatia diabética precisa ser tratada antes da queixa. Quem aconselha é o especialista em retina do HOB, o oftalmologista Sérgio Kniggendorf.

O CBO estima que mais de 75% das pessoas que têm diabetes mellitus há mais de 20 anos sejam portadoras de retinopatia diabética. Apesar da retinopatia dificilmente manifestar-se antes de 10 anos de diabetes diagnosticada, o distúrbio ocorrerá mesmo com a glicemia controlada, a isquemia e o edema têm que ser tratados antes que o diabético perceba suas consequências.

Considerada a maior causa de cegueira prevenível em pacientes com idade produtiva, a retinopatia diabética atinge até 50% dos pacientes diabéticos em alguma fase da vida. "Todo diabético precisa fazer acompanhamento oftalmológico assim que a deficiência de produção ou de ação da insulina é diagnosticada", observa Kniggendorf.

Tribuna da Bahia

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011