x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

19 h 36

Terça-feira, 12 Dezembro 2017

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


14/02/2011

Mato Grosso terá maior hospital de olhos da AL

Orçado em R$ 3,1 milhões, o novo hospital é um projeto do Instituto Lions da Visão

Está em construção em Cuiabá, Mato Grosso, no Centro Político Administrativo (CPA), o hospital que deverá ser o maior na especialidade de oftalmologia da América Latina. As informações são do Diário de Cuiabá. Erguido próximo ao Hospital de Câncer, o novo centro de saúde terá 2,1 mil metros de área construída e capacidade para atender mensalmente entre 5 mil e 6 mil pacientes.
   
A expectativa do Lions é que as obras sejam concluídas em julho e que receba os equipamentos necessários para começar a funcionar plenamente ainda este ano.

Além de consultas e cirurgias diversas, entre as quais de catarata e pterígio, a unidade será dotado da infraestrutura necessária para transplantes de córneas e retina.

Também funcionará como unidade-escola na modalidade de residência médica, ou seja, o curso de pós-graduação destinado aos médicos que querem se especializar em oftalmologia.

As instalações estão sendo divididas por blocos de serviços. As cirurgias, por exemplo, terá um bloco exclusivo com várias salas. O mesmo se aplica ao ambulatório de consultas. Até mesmo a educação e prevenção sobre os cuidados com a visão terão espaço próprio, um auditório para encontro e palestras.

O projeto do prédio atende todas as exigências de acessibilidade para receber os portadores de deficiências de visão, locomoção e outras.

Ainda de acordo com a reportagem, para construir esse hospital, Instituto Lions da Visão recorreu às emendas parlamentares na Assembleia Legislativa. O presidente do Lions, Whady Lacerda, explicou que na gestão passada cada deputado estadual fez uma proposta de emenda dentro do orçamento do Estado destinando R$ 50 ao projeto. O governador Silval Barbosa, então deputado, foi o que propôs o maior valor, R$ 300 mil, observou Lacerda.

Entretanto, mesmo com esse esforço coletivo, os recursos levantados, exatamente R$ 1,5 milhão, não são suficientes para a execução do projeto.

Sem recursos em caixa, o Lions está recorrendo a uma modalidade nova de parceria junta a empresas, entidades e pessoas para manter o ritmo das obras dentro do cronograma traçado. Segundo Lacerda, cada empresa ou pessoa que doar R$ 10 mil ou mais terá uma sala com seu nome.

Saúde Business

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011