x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

11 h 44

Domingo, 30 Abril 2017

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


15/03/2011

Campos - HGG realiza mais um mutirão da catarata

O Hospital Geral de Guarus (HGG) está realizando nesta terça-feira (15) mais um mutirão de cirurgias de catarata, como parte do Programa Uma Nova Visão, uma parceria com a Beneficência Portuguesa, assinada em fevereiro. Um dos primeiros pacientes do dia a ser operado foi o aposentado, Luiz Robério Paes da Silva, 53 anos. “Enxergarei normalmente”, comemorou ele ao final da operação.

De acordo com a cirurgiã Ellen Barros, o pós-operatório dura, em média, 15 dias, porém, segundo a oftalmologista, os pacientes já saem com a visão restaurada. Em cada cirurgia, é utilizada a moderna técnica da facoemulsificação. A técnica consiste na substituição do cristalino natural opacificado pela lente intraocular artificial transparente e com grau.

O Presidente da Fundação Geraldo da Silva Venâncio e diretor do HGG, Edson Batista, voltou a destacar que o projeto Uma Nova Visão tem como finalidade maior atender a todas as pessoas que necessitam de cirurgias de catarata em Campos. Ele destacou a parceria com a Beneficência. “Está sendo importantíssima. Estamos fazendo o possível para zerar essa demanda de cirurgias de catarata em nosso município”, ressaltou Edson Batista.

A Beneficência é considerada um hospital referência no atendimento oftalmológico no Norte Fluminense, pois possui infraestrutura para a realização de exames de alta complexidade. A parceria envolvendo os dois hospitais pretende normatizar, disciplinar e hierarquizar o fluxo e os indicadores de resolutividade na oftalmologia, segundo os diretores, as unidades de saúde têm equipes técnicas aptas a levantar todas as necessidades na especialidade.
Quissamã News

  • i6F7msxyDv - 26/06/2013

    3XtvTtsjw46I

    Falemos da queste3o da Oftalmologia, que implicou a dimesse3o do directores dos servie7os de anestesia e oftalmologia.O que se passou foi que o fanico oftalmologista do HDF foi obrigado a suspender a actividade cirfargica, por causa das obras no bloco. Sem seu conhecimento, a administrae7e3o do hospital contratou uma equipa para fazer as cirurgias que ele estava impedido de fazer (pela mesma administrae7e3o). O director do servie7o de anestesia, a quem compete programar a actividade no bloco, tambe9m ne3o foi tido nem achado.Motivos? Desconhecidos no hospital.Foi uma manobra rodeada do maior secretismo.Fega

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011