x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

21 h 15

Sábado, 30 08 2014

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


12/05/2011

A maquiagem pode prejudicar os olhos

O lápis na região dos olhos pode causar obstrução das glândulas sebáceas, prejudicar a qualidade da lágrima e causar sintomas de disfunção lacrimal.
As mulheres contam com diversos produtos para realçar a beleza dos olhos: lápis, rímel, delineador, curvex e pincéis. A maquiagem tornou-se uma grande aliada na hora de disfarçar imperfeições ou valorizar o visual. Mas, são necessários alguns cuidados para não prejudicar os olhos.
Segundo a oftalmologista da Clínica Canto, Ana Paula Canto o manuseio da maquiagem merece uma atenção especial para não ferir os olhos. “O pincel, por exemplo, pode tocar os olhos e ocasionar uma lesão na córnea. O paciente sentirá uma sensação de corpo estranho, vai lacrimejar e os olhos ficarão vermelhos”, explica.
Já o excesso de uso de lápis, na região dos olhos, principalmente na parte interna das pálpebras, pode obstruir as glândulas sebáceas, prejudicar a qualidade da lágrima e causar sintomas de disfunção lacrimal, ou seja, a Síndrome do olho Seco. “Não é aconselhável passar o lápis de olho na região interna das pálpebras, especialmente para quem usa lentes de contato, pois os resíduos da maquiagem acabam se depositando na lente”, explica a médica.
Para as mulheres que usam lentes de contato a dica é colocar as lentes antes de se maquiar. “É muito importante sempre retirá-las antes de remover a maquiagem para evitar que os resíduos da maquiagem se depositem nas lentes”, ensina Dra. Ana Paula.
Antes de dormir a maquiagem deve ser retirada. Esse hábito evita que olhos mais sensíveis fiquem com as pálpebras inchadas e com secreção ocular. Nesses casos, a médica orienta a fazer compressas com soro fisiológico ou água filtrada ou fervida gelada. “Caso a irritação continue, procure uma emergência oftalmológica para descartar algo mais sério como uma lesão corneana”, enfatiza a oftalmologista.
Uma maneira de evitar as complicações é usar demaquilantes desenvolvidos, testados e aprovados para a região dos olhos e que não contenham álcool em sua fórmula. “Uma opção barata e eficaz são os xampus neutros infantis, que podem ser diluídos em água morna e aplicados na região dos olhos”, indica.
Para manter os olhos sempre saudáveis, a orientação da oftalmologista é não compartilhar os cosméticos. “A maquiagem é uma fonte de transmissão de doenças oculares, principalmente, a conjuntivite bacteriana ou viral”. Caso a pessoa esteja com conjuntivite é necessário evitar o uso dos produtos nos olhos, até que a doença seja curada. “O ideal é descartar o rímel e lápis se usado com frequência pelo paciente infectado”.

Alerta

De acordo com o oftalmologista e diretor da Clínica Canto, Marco Canto a reação causada pela maquilagem faz com que aumente a coceira nos olhos. O oftalmologista orienta evitar a ação, pois, ao pressionar os olhos com frequência, pode desencadear doenças oculares. “Ao coçar, a córnea perde a elasticidade e pode ganhar o formato de um cone pontiagudo, ocorrendo aí à doença chamada de ceratocone”.
O ceratocone provoca diminuição da visão e pode levar à cegueira. Nos casos mais sérios é preciso fazer transplante de córnea. Nos casos iniciais, o uso de óculos é suficiente para aperfeiçoar a visão. Em estágios mais avançados, as lentes de contato rígidas de diferentes desenhos são indicadas para regularizar a visão. “Temos muitas lentes especiais que ajudam a melhorar a qualidade de vida do paciente”, conta Dr. Marco Canto.
Atualmente, segundo o oftalmologista, não há uma cirurgia mais adequada para curar o ceratocone, mas existem procedimentos para as diversas fases da doença. “A cirurgia na fase inicial evita que o problema progrida e o Crosslink - procedimento que aproxima as fibras da córnea de uma maneira mais intensa – faz com que o processo desacelere ou pare”, explica o médico.
Outro procedimento é o uso do anel intra-estromal, colocado para regularizar a córnea e melhorar a visão. “Quando não há mais como obter uma boa visão com óculos ou lentes de contato, o transplante de córnea se torna uma opção para restaurar a visão”, esclarece Dr. Marco Canto.
JorNow

  • Silvana Da Silva Leite - 25/01/2013

    demaquilantes

    demaquilantes com frequência podem tornar visões turvas ou perda da mesma

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011