x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

17 h 49

Sábado, 22 Julho 2017

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


16/06/2011

Mais um mutirão identifica casos de glaucoma em Pirambu

Nova edição é resultado da grande procura registrada no mutirão realizado em maio. Dessa vez, 72 pessoas foram atendidas.

A população de Pirambu, município distante 29 quilômetros da capital, teve mais uma chance de acesso fácil ao exame que detecta o glaucoma. Na última quarta-feira, 15, a Clínica de Saúde da Família sediou mais uma edição do mutirão que resulta de uma parceria entre o Ministério da Saúde e a Secretaria Municipal de Saúde. A primeira ação aconteceu no início de maio, quando cerca de 400 pessoas foram atendidas e 81 delas apresentaram a doença.

"Na primeira edição, a expectativa era alcançar 300 pessoas, no entanto, ultrapassamos a meta e, devido à grande procura, decidimos realizar um segundo mutirão", informou Rafael Marinho, secretário de Saúde de Pirambu. Dessa vez, 72 pacientes foram atendidos, sendo 12 diagnosticados com glaucoma. A prioridade foi dada às pessoas com idade acima dos 40 anos, diabéticos, hipertensos e com histórico de glaucoma na família.

A ação incluiu os testes de tonometria, que mede a pressão intraocular (PIO); acuidade visual, que verifica a capacidade da visão a uma distância de seis metros; e fundoscopia, feita pelo oftalmologista para saber como está a cavidade do olho. Todo o processo foi executado pela equipe do Instituto de Oftalmologia de Sergipe (IOSE), que é prestador de serviço do Sistema Único de Saúde (SUS).

Colírio gratuito

Não foi somente facilidade na realização do exame que os pacientes encontraram durante o mutirão. As pessoas com diagnóstico de glaucoma receberam na hora o colírio para tratamento e foram cadastradas para que, todo mês, recebam o medicamento. "Achei tudo muito rápido e fácil. Agora, é esperar para que o colírio faça efeito e eu não piore das vistas", disse o morador do povoado Alagamar, Manuel dos Santos, que tem 66 anos e nunca passou por esse tipo de exame.

Aos pacientes com glaucoma, também ficou garantido que, a cada três meses, eles se dirijam à Clínica de Saúde da Família para fazer uma revisão. "Essa reavaliação é para identificar a eficiência do colírio ou a necessidade de trocá-lo", explicou Evilânio Bonfim, coordenador da equipe do IOSE.
Jornal da Cidade

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011