x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

11 h 36

Quarta-feira, 26 Novembro 2014

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


16/12/2011

Ceratite castiga os olhos no verão

A proximidade da estação mais quente do ano deixa brasileiro em alerta para casos de ceratite.

Dezembro chegou e as férias de verão estão próximas. Apesar da diversão da estação mais aguardada do ano, é preciso ter muito cuidado com casos de inflamação ocular nesta época do ano. A ceratite – inflamação da córnea - é uma das mais preocupantes.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, 6,6% das mulheres e 2,2% dos homens sofrem da síndrome do olho seco - deficiência do filme lacrimal. Apesar de não ser infecciosa, se mal tratada pode levar ao aparecimento de ceratite. Segundo o oftalmologista Mario Pacini, do Hospital Oftalmológico Pacini, o tratamento pode durar de três a sete dias quando a origem é bacteriana, mas chega a se estender por semanas quando o agente é fúngico ou por ameba. Para casos infecciosos, há tratamento para ceratite viral, bacteriana, fúngica e amebiana.

Para os que pretendem passar as férias em clubes ou praias, toda atenção é necessária. “Ambientes de muita aglomeração e piscinas propiciam o contágio viral”, revela Dr. Mario. Outra forma de prevenção é evitar a exposição prolongada entre as 10h e as 16h devido à grande quantidade de raios UVA e UVB. Comprar óculos que possuam proteção contra a radiação solar ajuda a prevenir a ceratite. É essencial nunca adquirir os acessórios de vendedores ambulantes. “Nesses óculos, a ausência de filtros de proteção contra os raios UV provoca ceratite pela maior evaporação do filme lacrimal, descamando as células da superfície ocular”, diz o especialista. Em caso de lentes de contato, é recomendado que sejam usadas com cuidado e retiradas antes de dormir. Aos que pretendem evitar queimaduras, é importante saber que produtos para a pele também são perigosos e devem ser usados com parcimônia, mesmo que sejam adequados para a região palpebral próxima ao olho.

Alimentação rica em peixe, legumes e fibras aumenta a qualidade da lágrima e reduz as chances do aparecimento da inflamação. Evitar o consumo de álcool e o tabagismo também são medidas essenciais. “O alcoolismo causa a ceratite pelos distúrbios nutricionais associados. O tabagismo já contribui pela toxicidade da fumaça”, alerta Dr. Mario.

Para aproveitar com mais disposição as férias de verão e não se preocupar com eventuais transtornos oculares, é primordial seguir orientações médicas: é indispensável verificar a higiene das piscinas e evitar levar as mãos aos olhos. “Usar cremes hidratantes e protetores solares aprovados pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e colocá-los com cuidado e sem pressa na região dos olhos, além de usar lubrificantes oculares sem vasoconstritores, são procedimentos importantes para melhor saúde dos olhos”, conclui o médico.
JorNow

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011