x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

05 h 48

Sexta-feira, 18 08 2017

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


28/04/2003

Rumo às lentes de contato intracorneanas

 Um projeto financiado pelo governo espanhol pretende desenvolver lentes de contato intracorneanas, ou seja, que seriam inseridas dentro da córnea (a primeira 'lente' do olho) do paciente. Essa lente seria usada para corrigir problemas como miopia, hipermetropia e astigmatismo. Nascida há dois anos de uma colaboração entre o Hospital de Donostia, o Departamento de Química Orgânica da Universidade do País Basco (Espanha) e a Fundação Inasmet, a pesquisa ainda está em estágio inicial. <br><br> "O prospecto até agora tem sido bom", conta Iratxe Madarieta, pesquisadora da Fundação Inasmet, à CH on-line. Atualmente, a organização se concentra em estudar um possível candidato a constituinte da lente intracorneana. Trata-se de um biomaterial -- que fica em contato com o corpo e é capaz de duplicar as funções dos tecidos -- chamado Pharma. O Pharma se caracteriza por ser ao mesmo tempo um hidrogel e um material ativo.Hidrogéis são redes de polímeros (moléculas formadas por unidades que se repetem inúmeras vezes) capazes de absorver um peso muito superior ao seu em água. Essa característica confere grande permeabilidade a essas substâncias e elas são comumente usadas na fabricação de lentes de contato. Já um material ativo é aquele que tem a capacidade de interagir com células, enzimas, tecidos e processos orgânicos, para aumentar sua própria compatibilidade com o corpo. O Pharma, por exemplo, possui uma molécula que reage com as proteínas secretadas pelo sistema imune. As enzimas se ligam a essa molécula de maneira irreversível e são inibidas. Com isso, a resposta imune contra o material é enfraquecida e ele pode durar anos dentro do corpo.O grupo já realizou testes bem-sucedidos com o Pharma. "Testamos a compatibilidade celular e fizemos implantes na córnea de coelhos", relata Madarieta. "Mas como houve mudanças na síntese e no processamento do material, vamos ter que repeti-los." As próximas etapas do trabalho incluem um melhoramento das características materiais do Pharma e novos testes de compatibilidade. Segundo o oftalmologista Celso Klenjberg, do Instituto Brasileiro de Oftalmologia (Ibol), o uso de lentes intracorneanas não é novo. "As vantagens desse tipo de operação são o relativo baixo custo e a reversibilidade", explica o médico. "No entanto, acredito que a cirurgia refrativa, que usa um laser para corrigir defeitos na vista, é o futuro para os problemas de visão -- especialmente com as novas técnicas como o wave-front, que mapeia a córnea." Madarieta não sabe dizer quando as lentes intracorneanas estarão disponíveis comercialmente. "Embora o campo dos biomateriais esteja se desenvolvendo e tenha havido um rápido crescimento nos últimos anos, o caminho da pesquisa até a aplicação é sempre difícil", conclui.
Ciência Hoje on-line

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011