x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

22 h 51

Segunda-feira, 23 Outubro 2017

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


07/01/2014

Saiba quando procurar um oftalmologista pela primeira vez

O diagnóstico de doenças oculares na infância é muito difícil, pois é preciso que pais e professores observem qualquer queixa da criança. Para evitar que doenças graves se desenvolvam o ideal é realizar a primeira consulta até os três anos de idade e a segunda visita, entre cinco e seis anos.

 

De acordo com Erika Silvino Rodrigues, oftalmologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, a avaliação inicial é feita logo após o nascimento, o chamado ‘teste do olhinho’. Com ele, é possível ver se há algum obstáculo ou alguma opacidade que impeça a entrada de luz no olho. O teste do olhinho pode identificar problemas como catarata congênita, cicatriz na córnea e até mesmo tumores.

 

“Crianças prematuras com peso inferior a 1500g ou que necessitaram de oxigênio após o nascimento e filhos de mães que tiveram problemas de infecção durante a gestação, precisam fazer exame detalhado da retina – mapeamento de retina – pois há risco de comprometimento da visão durante a formação”, explica a especialista.

 

Como identificar os problemas nos pequenos?

 

Até os seis meses, é comum o olhinho da criança tremer esporadicamente, assim como entortar. Isso porque, nessa idade, a criança não tem a musculatura do olho bem desenvolvida. “No entanto, se o tremor for constante ou olhinho ficar sempre torto, os pais devem procurar um especialista.”

 

Além disso, dores de cabeça, vermelhidão nos olhos e o ato de franzir a testa podem ser outros sintomas para sinalizar anormalidades na visão de crianças. Cerca de 10% delas com menos de quatro anos necessitam de óculos. De acordo com dados recentes do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, o número chega a 20% entre crianças até 10 anos e 30% para o grupo de adolescentes.

 

Ainda de acordo com a oftalmologista, a falta de interesse dos pequenos por algumas atividades pode ser sinal de algum distúrbio visual. Ao detectar esses sintomas, é possível evitar problemas no desempenho escolar da criança.

 

As soluções mais indicadas

 

A redução da visão em um dos olhos dificilmente é notada por pais ou professores. Esta precisa ser diagnosticada precocemente para que possa ser feito estímulo na visão fraca. “Essa estimulação é realizada por meio da oclusão (tampão) do olho saudável, para que a criança force a outra visão, estimulando a área responsável pela formação da imagem.” Entretanto, crianças acima de cinco anos já apresentam a área responsável pela imagem desenvolvida e por isso é preciso consultar um médico antes dessa idade.

 

Pais e professores devem ficar atentos. Os principais problemas visuais em idade escolar são a miopia, hipermetropia e astigmatismo, conhecidos como erros de refração que podem ser corrigidos com o uso de óculos. Caso o pequeno necessite do uso de óculos, as visitas ao oftalmologista devem ser feitas entre seis e 12 meses, seguindo sempre a orientação médica.

 

Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos

 

Localizado ao lado do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, o Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos atua em mais de 50 especialidades e conta com cerca de 780 médicos. Realiza aproximadamente 12 mil procedimentos cirúrgicos, 13 mil internações, 205 mil consultas ambulatoriais, 140 mil atendimentos de Pronto-Socorro e 1,3 milhão de exames. Dentre os selos e certificações obtidos pela instituição, destaca-se a Acreditação Hospitalar Nível 3 - Excelência em Gestão, concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) e o Prêmio 100 Melhores Empresas para Trabalhar Brasil, conquistado pelo segundo ano consecutivo.

 

Rua Borges Lagoa, 1.450 - Vila Clementino, zona sul de São Paulo. 

Tel. (11) 5080-4000

Site: www.hpev.com.br

Facebook: www.facebook.com/ComplexoHospitalarEV

Twitter: www.twitter.com/Hospital_EV

YouTube: www.youtube.com/user/HospitalEV


Tree Comunicação

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011