x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

04 h 00

Quarta-feira, 28 Junho 2017

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


11/08/2014

Mau uso da higiene das lentes de contato afeta a saúde dos olhos

O mau uso das lentes de contato podem trazer alguns riscos que vão desde um leve desconforto até um quadro de cegueira. E neste cenário podemos ter infecções da conjuntiva (a temida conjuntivite), das córneas (as ceratites) e até nas pálpebras (chamadas blefarites).

O doutor Renato Tolazzi, médico oftalmologista do Instituto Médico Oftalmológico Foz do Iguaçu (IMOF), aponta que o principal problema com as lentes de contato incluí não apenas o mau uso, mas também a falta de higiene adequada para as mesmas.

Higiene em alerta
A falta de cuidados higiênicos pode causar, por exemplo, a ceratite microbiana. Esta grave infecção pode até resultar em perda da visão. E os cuidados são simples, um oftalmologista indica perfeitamente como proceder com a limpeza das lentes” explica Dr. Tolazzi, que ainda alerta que é preciso atenção redobrada com todo o material de limpeza que estiver em contato com os olhos.

Lavar as lentes com água corrente, seja durante o banho ou na torneira de uma pia, é outro erro bem comum e que pode ser catastrófico de acordo com Dr. Renato Tolazzi.

“O problema é que desta maneira a higienização não acontece de forma adequada. As lentes ficam expostas diretamente aos micro-organismos típicos dos ambientes quentes e úmidos. A consequência pode ser uma infecção ocular” aponta Dr. Renato.

O uso prolongado das lentes
Dr. Renato Tolazzi explica que o uso muito prolongado das lentes de contato, aliado com o já citado descuido da higiene, pode ser algo danoso. “As bactérias se aproveitam deste descuido. É comum esquecer de tirar as lentes durante um período mais prolongado, como as férias ou mesmo dormir com elas, e estes hábitos não são saudáveis".

Uma recomendação do Dr. Tolazzi é não usar as lentes, caso haja um período prolongado em que não haja uma higienização adequada, justamente para evitar falhas na limpeza ou o uso contínuo que podem causar estes danos.

“Deixar todo o material para a higienização, incluindo a solução de limpeza ou mesmo o soro fisiológico, sob o sol, pode ser pior ainda. Esquecer de trocar a solução de tempos em tempos, de acordo com a recomendação do oftalmologista, também precisa ser evitado. Nas férias, por exemplo, é comum o paciente relaxar e deixar estes cuidados de lado” justifica Dr. Tolazzi.

Nunca durma com lentes
Dr. Renato Tolazzi explica que dormir sem limpar e higienizar os olhos é um erro corriqueiro, e que pode ser prejudicial. “Quando dormimos, o nível de lubrificação dos nossos olhos diminui e as lentes podem ressecar em contato com o globo ocular. Dependendo de cada caso, é possível aparecer um quadro infeccioso” alerta Dr. Renato.

Orientações precisas apenas com o seu médico
Dr. Renato orienta que todos estes cuidados sejam realizados com orientação de um médico oftalmologista e seguindo o que o fabricante de lentes indica em seus produtos, para evitar problemas futuros e mais saúde aos olhos de quem usa as lentes.

Mas, se o paciente sentir algum dos sintomas a seguir, deve buscar o seu oftalmo o quando antes, pois apenas o médico poderá detectar se há alum problema e qual o tratamento mais adequado.

Os sinais de que algo pode estar errado são olhos muito vermelhos ou com inchaços; dores e coceira; qualquer tipo de ardência; visão borrada (ou como se estivesse em uma neblina) e incômodo com a presença de luzes.

Sobre Renato Tolazzi
Renato Tolazzi é médico formado pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), com especialização em Oftalmologia pelo Hospital de Olhos de Londrina (PR). Membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, Sociedade Brasileira de Oftalmologia, Sociedade Brasileira de Cirurgia Refrativa, Sociedade Brasileira de Catarata e Implantes Intraoculares e da Sociedade Brasileira de Lentes de Contato, Córnea e Refratometria.

Sobre o IMOF
O Instituto Médico Oftalmológico Foz do Iguaçu (IMOF) é um centro de referência no tratamento de doenças oculares com equipamentos de última geração para avaliação e cirurgias. O IMOF tem no comando o doutor Renato Tolazzi, que atua profissionalmente em Foz do Iguaçu há 13 anos e promete uma oftalmologia especializada, com uma equipe capacitada para o atendimento dos pacientes.

Além de consultas, exames, cirurgias, testes e adaptação de lente de contato, o IMOF traz novidades no tratamento de retina, como o tratamento quimioterápico com antiangiogênico.

O Instituto Médico Oftalmológico Foz do Iguaçu atende os seguintes convênios: Unimed, Furnas, Itaipu Binacional e Sanepar.

Serviço:
IMOF – Instituto Médico Oftalmológico Foz do Iguaçu
Endereço: Avenida Marechal Floriano, 1600 – Centro – Foz do Iguaçu / PR
Telefones: (45) 3523-5775 / (45) 3025-1444
Site: http://www.imof.com.br/

Paranashop

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011