x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

05 h 31

Domingo, 25 Junho 2017

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


04/10/2005

Diabéticos desconhecem principal causa de cegueira

         A retinopatia diabética é a principal causa de cegueira em pacientes diabéticos. Para se ter uma idéia, estudos mostram que, após 15 anos de diabetes, a prevalência de retinopatia entre os portadores dependentes de insulina é de 97% e, entre os não dependentes, de 80%. Apesar disso, muitos pacientes desconhecem a doença, sua gravidade e o tratamento a laser. Isso é o que mostram pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas, em um estudo realizado com 299 diabéticos.
         Os pacientes foram submetidos a um questionário e a exames de fundo de olho. De acordo com artigo publicado na edição de maio/junho de 2005 dos Arquivos Brasileiros de Oftalmologia, "o estudo teve o objetivo de identificar conhecimentos e opiniões de um grupo de diabéticos referentes à retinopatia diabética e seu tratamento, a fim de fornecer informações que possam contribuir para implementar e/ou aperfeiçoar programas e ações preventivas e de controle dessa afecção ocular".
         Os pesquisadores observaram que mais da metade dos entrevistados desconhecia a gravidade da própria doença ocular ou consideravam-na sem gravidade. "Esse fato evidencia a necessidade de programa de prevenção de retinopatia, visando a esclarecer a população a respeito da importância e utilidade das ações preventivas referentes à retinopatia diabética", ressaltam no artigo.
         Além disso, a equipe verificou que 32,4% dos pacientes declaram não saber da existência de cirurgia ou laser para tratamento de retinopatia diabética. Entre os que não procuraram tratamento, a principal razão apontada foi a de não sentir necessidade. Muitos disseram ainda que tinham medo de realizar o tratamento: "o sentimento predominante de medo do tratamento reforça a idéia de que caberia aos serviços responsáveis pelo encaminhamento ao tratamento esclarecer que dificuldades iniciais são compensadas por manutenção por mais tempo de níveis adequados de visão e que a acuidade visual atual não é indício seguro de ausência de retinopatia, ou seja, não assegura manutenção da visão por prazos mais longos".
         Os pesquisadores também apontam a necessidade de os endocrinologistas e clínicos gerais serem submetidos a treinamento formal de oftalmologia. Segundo eles, "os clínicos gerais, endocrinologistas ou médicos de família, não estão preparados para o importante papel de primeiros triadores de saúde visual que o sistema atual de saúde requer. Isto não é surpresa, pelo fato de que poucos desses médicos receberam treino formal de oftalmologia como parte de sua educação médica ou programa de residência".

Agência Notisa

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011