x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

22 h 22

Quinta-feira, 22 Junho 2017

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


26/10/2005

Quantos Jatobás têm o Brasil?

      Segundo dados do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, o Brasil tem aproximadamente 1,2 milhão de pessoas com deficiência visual. Pesquisa do IBGE em São Paulo mostra que na maior cidade de América Latina quase 700 mil dos seus 10 milhões de habitantes não enxergam. Esses números explicitam uma realidade latente, porém quase desconhecida, de que a quantidade de pessoas que possuem deficiência visual é muito maior do que imagina grande parte da sociedade, incluindo os governos. Levantado pela autora Glória Perez, esse tema atualmente freqüenta a televisão dos brasileiros na novela "América" pelo personagem Jatobá, encenado pelo ator Marcos Frota, que encarna o drama, os desafios e o preconceito dessa parcela da população. Fiel amigo de Jatobá, o inseparável cão-guia Quartz acabou se tornando uma marca dessa luta. E então uma questão pode ser levantada: quantas pessoas no Brasil possuem um cão-guia igual ao leal companheiro do personagem?
      É melhor sentar. No Brasil, daquele 1,2 milhão de pessoas que possuem deficiência visual, menos de 30 (trinta - isso mesmo, não é erro de digitação nem de ortografia) usam o agora famoso cão-guia. As estatísticas internacionais mostram que 1 a 2% das pessoas com deficiência visual possuem um cão-guia, o que no Brasil representaria de 12 a 24 mil pessoas. Uma comparação absurda entre o real e o estatístico.
      O tema deficiência é bem colocado na trama global das vinte e uma horas. Mas a sociedade precisa acolher os assuntos de cunho social com uma visão mais crítica, pois a ficção retrata, mas nem sempre é extremamente fiel à realidade, como o caso do cão-guia. A reboque do sucesso instantâneo do querido Quartz (barrado insistentemente desde restaurantes às festinhas de família), uma lei federal foi sancionada, a 11.126, de 27 de junho de 2005, que assegura à pessoa com deficiência visual usuária de cão-guia o direito de ingressar e permanecer com o animal nos veículos e nos estabelecimentos públicos e privados de uso coletivo. Não há dúvida de que esse é um importante passo. Mas devemos nos perguntar: essa lei atinge quantos brasileiros? Trinta?
      O Instituto de Integração Social e de Promoção da Cidadania, o Integra, que atua no Distrito Federal é atualmente o único órgão brasileiro que cria e treina os cães-guia. A expectativa do projeto, segundo o próprio Integra, é que em 2006 existam 70 cães treinados e em atividade. Um dado real, mas muito longe do necessário. Assim, o Instituto de Responsabilidade e Inclusão Social, o Íris, tomou parte dessa luta e está trazendo, com a ajuda da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência, o Projeto Cão-Guia para São Paulo.
      É imprescindível que as pessoas conheçam as dificuldades e principalmente o preconceito que cerca o tema deficiência em um país como o Brasil. A autora Glória Perez está ajudando muito a derrubar uma série de barreiras quando apresenta, em horário nobre, que uma pessoa com deficiência não é ineficiente e nem especial, ela apenas precisa de adaptações e acessibilidades. Tomamos, então, a lição de que é preciso ter cuidado com esse sucesso relâmpago para que o assunto não seja, assim como as celebridades instantâneas, deixado de lado quando a novela terminar. O tema deficiência não é efêmero e tem de ser tratado com seriedade por todos: pela sociedade e pelos governos.

Artigo escrito por Mara Cristina Gabrilli - tetraplégica que ocupa o cargo de Secretária Especial da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida na cidade de São Paulo (SP)


Rede Saci

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011