x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

15 h 56

Quarta-feira, 28 Junho 2017

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


26/04/2006

Departamento da UNIFESP lança novidades

Departamento de informática da Unifesp lança compêndio de Oftalmologia em Palmtop

Ferramenta auxiliará residentes e médicos generalistas no atendimento de pacientes com queixas oculares. Desde o dia 24 de abril, o Departamento de Informática em Saúde da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) disponibilizou, ainda em fase de testes, um compêndio médico em PalmTop, em parceria com o Departamento de Oftalmologia, direcionado a clínicos gerais e oftalmologistas. A ferramenta tem como principal objetivo auxiliar esses profissionais no atendimento de pacientes com queixas oculares por meio de um protocolo clínico pré-estabelecido e baseado em fluxogramas descritos na literatura médica e organizados pelos médicos Paulo Schor, Wallace Chamon e Rubens Belfort Jr.

O software, denominado Modelo Digital de Fluxograma em Oftalmologia (MDFluxo), proporcionará a coleta de informações que permitam descrever a viabilidade do uso destes dispositivos no atendimento clínico de pacientes. Será observado também o potencial desta ferramenta na educação continuada de médicos e residentes, nos cursos de especialização e pós-graduação.

De acordo com o Ivan Pisa, professor do DIS e orientador do trabalho, “nos últimos anos, a tecnologia de dispositivos portáteis vem ganhando uma atenção especial por parte dos profissionais da saúde graças à sua mobilidade e praticidade para a coleta e oferta de informações clínicas de pacientes”. Esta mobilidade, que pode ser experimentada por meio de computadores de mãos, celulares e laptops, permite ao médico ou enfermeiro obter informações em leitos de hospitais, nas clínicas, ambulatórios e locais cujo acesso a um computador pode ser restrito ou impossibilitado.  “Com o objetivo de contribuir científica e tecnologicamente nessa área, a UNIFESP vem trabalhando no desenvolvimento de aplicações direcionadas a dispositivos móveis que auxiliem profissionais da saúde em sua prática diária”, comenta o Engenheiro Paulo Lopes, que coordena as atividades do Setor de Telemedicina da universidade.

Para a avaliação do MDFLuxo, após a utilização do sistema o usuário responderá um questionário. Por meio deste será possível observar o grau de satisfação do usuário, as dificuldades na utilização de dispositivos portáteis na assistência em saúde, possíveis impactos na efetividade e sua aplicabilidade prática em ambulatórios e clínicas. Este questionário contribuirá não somente para avaliação do projeto aplicado à oftalmologia, mas servirá como base de referência para uma possível ampliação do uso de guias de conduta, padronizados por meio da linguagem XML, para outras áreas da Medicina. 

Mais informações sobre o software MDFluxo e a pesquisa conduzida estão disponíveis na internet em http://telemedicina.unifesp.br/set/projetos/mdfluxo.

Sobre o DIS

O Departamento de Informática em Saúde da UNIFESP, criado pelo médico Daniel Sigulem, foi pioneiro na introdução da Informática numa escola de Medicina no país. Tornou-se uma referência na área pelos projetos desenvolvidos, pelas parcerias firmadas com instituições nacionais e internacionais e pelos profissionais que fazem parte do seu quadro. Atualmente, além de uma gama de pesquisas em desenvolvimento, oferece diversos programas e serviços às comunidades acadêmica, médica, científica e empresarial.


Elenice Cruz e Estela Ladner

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011