x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

07 h 07

Sexta-feira, 28 Abril 2017

GUIA DE REPORTAGENS

REPORTAGEM


Marcus Safady fala sobre o desenvolvimento da Oftalmologia e apresenta campanha da SBO, em congresso em São Paulo

O presidente da Sociedade Brasileira de Oftalmologia, Marcus Safady, falou ao Dr. Visão sobre o desenvolvimento da Oftalmologia no Brasil, no XX Congresso Brasileiro de Prevenção da Cegueira e Reabilitação Visual, promovido de 12 a 15 de setembro, em São Paulo. Para ele, esta é uma das especialidades da medicina com maior crescimento no País, tanto no modo quantitativo quanto no qualitativo. “A Oftalmologia vem evoluindo, principalmente, ao oferecer uma saúde ocular pública de mesma qualidade que a saúde ocular privada -- o que não acontecia há duas décadas. É claro que isso ainda não está totalmente disseminado, mas em muitos municípios o serviço público já alcançou um ótimo padrão para Oftalmologia, o que prova o reconhecimento da especialidade”, afirma Safady. “A Oftalmologia também vem apresentado um ótimo desenvolvimento no estudo clínico, na formação do profissional, em áreas que não interferem em material, como a refração, doenças externas etc. A melhora da área vem sido percebida através do ensino e da difusão do conhecimento, principalmente, sobre a adaptação de lentes de contato, que foi decretado ato médico pelo Conselho Nacional de Medicina”, acrescenta o presidente da SBO. Marcus Safady falou também sobre o projeto de campanha da Sociedade Brasileira de Oftalmologia em divulgar a importância do exame oftalmológico realizado pelo médico oftalmologista. “Em muitos lugares do Brasil ainda há uma parcela da população sendo atendida por pessoas que não são médicas e, mesmo assim, fazem o exame de vista”, disse. A Optometria ainda está legalmente instalada em alguns países da América do Sul e a proposta da SBO é divulgar para a população, de modo institucional, a importância do exame feito pelo médico, que é muito mais completo. “As pessoas que não são médicas e realizam o exame de grau não sabem fazer um bom exame de fundo de olho ou de medição de pressão. Elas podem melhorar a queixa de visão do paciente com lentes, mas a patologia pode não ser relacionada à refração”, afirma Safady. Uma das funções da Sociedade é, segundo Marcus Safady, instruir a população e trabalhar junto ao poder público para que o acesso ao oftalmologista seja cada vez mais difundido. “O ideal é que haja o credenciamento universal do SUS. Todo médico de Oftalmologia poderia atender SUS, se quisesse, dentro de sua agenda”, finaliza.

Luciana Sabbag

O presidente da Sociedade Brasileira de Oftalmologia, Marcus Safady, falou ao Dr. Visão sobre o desenvolvimento da Oftalmologia no Brasil, no XX Congresso Brasileiro de Prevenção da Cegueira e Reabilitação Visual, promovido de 12 a 15 de setembro, em São Paulo. Para ele, esta é uma das especialidades da medicina com maior crescimento no País, tanto no modo quantitativo quanto no qualitativo. “A Oftalmologia vem evoluindo, principalmente, ao oferecer uma saúde ocular pública de mesma qualidade que a saúde ocular privada -- o que não acontecia há duas décadas. É claro que isso ainda não está totalmente disseminado, mas em muitos municípios o serviço público já alcançou um ótimo padrão para Oftalmologia, o que prova o reconhecimento da especialidade”, afirma Safady. “A Oftalmologia também vem apresentado um ótimo desenvolvimento no estudo clínico, na formação do profissional, em áreas que não interferem em material, como a refração, doenças externas etc. A melhora da área vem sido percebida através do ensino e da difusão do conhecimento, principalmente, sobre a adaptação de lentes de contato, que foi decretado ato médico pelo Conselho Nacional de Medicina”, acrescenta o presidente da SBO. Marcus Safady falou também sobre o projeto de campanha da Sociedade Brasileira de Oftalmologia em divulgar a importância do exame oftalmológico realizado pelo médico oftalmologista. “Em muitos lugares do Brasil ainda há uma parcela da população sendo atendida por pessoas que não são médicas e, mesmo assim, fazem o exame de vista”, disse. A Optometria ainda está legalmente instalada em alguns países da América do Sul e a proposta da SBO é divulgar para a população, de modo institucional, a importância do exame feito pelo médico, que é muito mais completo. “As pessoas que não são médicas e realizam o exame de grau não sabem fazer um bom exame de fundo de olho ou de medição de pressão. Elas podem melhorar a queixa de visão do paciente com lentes, mas a patologia pode não ser relacionada à refração”, afirma Safady. Uma das funções da Sociedade é, segundo Marcus Safady, instruir a população e trabalhar junto ao poder público para que o acesso ao oftalmologista seja cada vez mais difundido. “O ideal é que haja o credenciamento universal do SUS. Todo médico de Oftalmologia poderia atender SUS, se quisesse, dentro de sua agenda”, finaliza.

">

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011